Após 25 anos de serviços dedicados ao São Paulo como goleiro, Rogério Ceni retorna ao clube, desta vez em nova função.
No início desta quinta-feira, o novo treinador do tricolor foi apresentado no CT da Barra Funda, com um contrato válido por 2 temporadas e inovando nos auxiliares, Ceni pretende trazer mais momentos de glórias para o clube, ele foi muito claro na coletiva de apresentação: “Meu coração disse que se o São Paulo me chama, eu jamais poderia recusar”.
Por este motivo os torcedores estão eufóricos e com a esperança de dias melhores.
Após encerrar a carreira como atleta, o Mito resolveu ir estudar e se preparar para assumir o cargo de treinador um dia, neste meio tempo, ele fez cursos, trocou experiências, e chega ao tricolor com o intuito de inovar o futebol brasileiro, seus auxiliares são exemplos disso, o inglês Michael Beale é um profissional capaz e realizado profissionalmente, treinava atualmente o time Sub-23 do Liverpool, segundo o próprio Ceni, o Beale complementa suas ideias com táticas e técnicas a serem aplicadas no futebol, além de claro, ter um estilo europeu que pode contribuir para o São Paulo. O outro auxiliar é o francês Charles Hembert, profissional ligado à logística que já auxiliou a seleção brasileira, o Charles fala vários idiomas, inclusive o português, então não terá muitas dificuldades em se comunicar com os atletas.
Ao falar na coletiva, o presidente Leco afirmou: “O São Paulo será comandado por um são-paulino”, essa pode ser a medida que nós precisávamos para que o clube possa voltar aos tempos de auge.
Alguns assuntos foram tocados na entrevista, veja abaixo alguns deles!

Sobre a Chapecoense: “Antes de responder qualquer questão, quero agradecer as palavras do presidente, a presença dos outros dirigentes e que também foram importantes para estar aqui e dar prosseguimento à minha história de 26 anos. Talvez não fosse o dia mais indicado, devido a essa tragédia recente. Tudo aqui é secundário perto do que aconteceu na semana passada. Quero expressar minhas condolências. A vida, infelizmente com essas perdas, ela tem de continuar. Mas sempre fica um pouco de tristeza. Isso será eterno”.

A importância da torcida: “O torcedor é sempre importante. A mudança de formatação do Campeonato Paulista nos traz seis jogos no Morumbi. Acho que o anel superior (arquibancada) deveria continuar com preço popular para que tenhamos sempre 40 mil pessoas. O apoio do torcedor sempre foi e sempre será fundamental”.
Sobre o Sidão, novo goleiro tricolor: “Provavelmente, o Sidão está contratado. Trabalhei com os dois (Denis e Renan Ribeiro) muito tempo, os acho capacitados. Falhas acontecem com quem está no campo de jogo. O Renan teve poucas oportunidades, o Denis fez a maioria das partidas. Sei o potencial do Denis, sei o que ele pode render. Foi o goleiro que mais jogou na minha ausência. Vai ser uma disputa saudável. A chegada do Sidão vai aumentar a competição e isso é muito importante”.
Mudar o futebol brasileiro, Ceni?: “Seria muito pretensioso da minha parte falar isso. Não estou trazendo novos conceitos. Tenho os meus conceitos. Passei ao Michael e a nossa ideia bateu. O treino será montado no dia anterior, usarei dois campos por treinamento. Eles (Michael e Charles) têm muito a acrescentar. Sempre vou delegar funções, desde que as pessoas tenham competência”.

Enfim, desejamos toda sorte do mundo para o Ceni nessa nova jornada, que ele possa contribuir mais uma vez como tanto contribuiu para o clube, agora é só aguardar e torcer, que o São Paulo possa voltar com tudo para a próxima temporada!

Siga o Super Four Paulista também nas Redes Sociais:

https://www.facebook.com/SuperFourPta
https://instagram.com/SuperFourPta
https://twitter.com/SuperFourPta

 

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here